Brasil ainda pode sonhar com “PIBão”?

Estadão Notícias

30-08-2019 • 18 minutos

O presidente Jair Bolsonaro comemorou o crescimento de 0,4% do PIB no segundo trimestre do ano. Analistas financeiros tinham projetado um aumento na casa dos 0,2%. O desempenho foi puxado pelos números da indústria, construção civil, setor de serviços e consumo das famílias. Mesmo com um certo otimismo mostrado pelo governo, a economia brasileira ainda pode ser considerada dentro de um quadro de estagnação, e está muito longe de recuperar o que perdeu durante os anos da recessão, segundo os economistas. Afinal, qual a importância desse crescimento para a recuperação econômica do Brasil? Por que essa recuperação tem sido tão lenta?

O programa de hoje analisa esses dados com a participação do editor de economia do Estadão, Alexandre Calais, e do economista Otto Nogami.

See omnystudio.com/listener for privacy information.